Indicação de leitura – O homem de giz

O livro que eu vou indicar hoje é bem diferente do que eu costumo mostrar por aqui, mas é um gênero que eu tenho gostado muito ultimamente, suspense. Outra coisa que eu gosto é que o tempo da narrativa oscila entre presente e passado, acho que esse recurso torna a história bem mais interessante e dinâmica.

Mas vamos conhecer um pouco do livro… O homem de giz, J.C. Tudor, editora Intrínseca, 270 páginas, capa dura, papel pólen 80g/m². Assassinato e sinais misteriosos em uma trama para fãs de Stranger Things e Stephen King

Em 1986, Eddie e os amigos passam a maior parte dos dias andando de bicicleta pela pacata vizinhança em busca de aventuras. Os desenhos a giz são seu código secreto: homenzinhos rabiscados no asfalto; mensagens que só eles entendem. Mas um desenho misterioso leva o grupo de crianças até um corpo desmembrado e espalhado em um bosque. Depois disso, nada mais é como antes.

Em 2016, Eddie se esforça para superar o passado, até que um dia ele e os amigos de infância recebem um mesmo aviso: o desenho de um homem de giz enforcado. Quando um dos amigos aparece morto, Eddie tem certeza de que precisa descobrir o que de fato aconteceu trinta anos atrás.

Alternando habilidosamente entre presente e passado, O Homem de Giz traz o melhor do suspense: personagens maravilhosamente construídos, mistérios de prender o fôlego e reviravoltas que vão impressionar até os leitores mais escaldados.


Mistério com um toque de terror

É um livro para os fãs de Stranger Things e Stephen King. O Homem de Giz faz o leitor duvidar de todos os personagens, perder o fôlego nas várias reviravoltas e passar a noite acordado com os trechos macabros. Longe de ser maniqueísta, a história traz personagens complexos que enfrentam traumas e conflitos pessoais.

Uma história sobre crescimento

Parcialmente narrado por uma criança de 11 anos, acompanhamos no livro o fim da infância de um grupo de amigos que precisam enfrentar terrores além da sua imaginação, uma ferida que permanecerá com eles até adultos.

A edição A edição do livro é um motivo por si só: com capa dura, lombada cheia de homens de giz, páginas pretas e ilustrações nas primeiras folhas. Um ótimo presente para seu amigo ou para você mesmo.

Bem, era isso que eu tinha pra falar desse livro… Recomendo muito a leitura e espero que você tenha gostado da indicação. Em breve trarei mais indicações de livros por aqui. Abraços e até lá!

#JCTudor #literatura #cultivandoohábitodaleitura #indicaçãodelivros #ohomemdegiz #leituracomohábito #livrosdesuspense

1 visualização